domingo, 16 de agosto de 2009

Pudim

Sem muita alternativa, o deputado federal Geraldo Pudim vai arrumando sua mala e saindo de fininho do PMDB e acompanhando o governador Garotinho que já esta no PR. Pudim ao sair corre o risco de responder processo por infidelidade partidaria, já que o entendimento por jurisprudência é de que o mandato não é do político, mas sim do partido. Pudim não poderia agir de outra forma, já no PR esta Paulo Feijó que é candidato declarado a mesma vaga de deputado federal com apoio também de Garotinho. Dizem que o estado foi dividido, de Cabo Frio para o norte e noroeste fica com Feijó e o restante com Pudim, inclusive a baixada. O governador tem condições de eleger os dois, mas tem muitos outros problemas pela frente, problemas internos e externos, essa eleição promete...

CPI em Campos

Somente a CPI da Campos Luz tem andado ainda assim muito pouco em relação ao tamanho do desgoverno de Alexandre Mocaiber. a CPI do Fundação Zumbi dos Palmares até agora não deu em nada. Não se fala na responsabilidade, omissão ou conivência dos orgãos como Controladoria e Procuradoria, principalmente a atual Controladora nas mãos do ilibado Suledil Bernardino, com a palavra o atual secretário.

São João da Barra

A situação política em São João da Barra é no mínimo delicada. Aprovada a CPI contra as obras pagas pela prefeita Carla Machado e colocada em dúvida, a última reunião que elegeria os membros da comissão, teve polícia. A pressão dos partidários da prfeita é para que a comissão tivesse cinco membros, mas o costumeiro lá é ter somente três e assim foi que ficou. Como o presidente da Câmara Alexandre Rosa que tem maioria do seu lado (cinco veredores) não precisa explciar como a coisa ficou! A prefeita deve e tem estado bastante preocupada, sua situação política não é das mais confortáveis. Tem minoroa na Câmra Municipal, não teve o cuidado de criar um sucessor político e o único que tem no momento crédito eleitoral, é o seu maior adversário.