quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Jornal O DIARIO foi vendido.

O assunto estava sendo discutido há vários dias, mas já foi fechado, o empresário Carlos Alberto Faria Gomes comprou o jornal O Diário, a Rádio Diário FM e a Gráfica do grupo que pertencia a Fábio Paes, neste ano de 2008 o grupo já passou por vários momentos e teve até algumas dificuldade. O comprador é o empresário Carlos Alberto Faria Gomes é o proprietário da universidade Estácio de Sá aqui em Campos e sócio do mega empresário Eki Batista fora daqui. Funcionários da confiança do comprador já estão na transição assumindo o grupo.

Leia em Maria Ester Balbi.

Maria Ester tem razão (para ler clique aqui). Isso é verdade e não funciona só no meio de colunista social, aqui nos blogs também. Você da a noticia e em seguida as pessoas passam a dar a noticia como se fosse sua. Nos blogs a coisa é pior porque tem gente que se esquece que o blog marca a hora da postagem e o cidadão publica com a maior desfaçatez e sem a menor cerimônia dizendo que a noticia é sua e como se tivesse sendo dada em primeira mão. Por isso que eu aqui não tenho compromisso em dar noticia novas, quem quiser ler noticia de primeira mão, que busque o rádio, jornal e tv, aqui só comento as noticias que tomo conhecimento e leio nos veículos de comunicação enfim me dou ao direito de emitir minha opinião, gostem ou não gostem, mas chão isso que Mester comentou uma... ela tem razão.
Para ler a nota dela clique aqui.

Fora da mídia.

A prefeita eleita Rosinha Garotinho que poderia estar vivendo um período de lua de mel com o poder e o eleitorado, não esta tendo sossego e não terá. Nem mesmo o anuncio do seu secretariado que seria manchete na mídia local não esta acontecendo, esta tendo que ceder espaço para a enchente, alagamentos e acidentes. Até mesmo o desgoverno de Alexandre Mocaiber, a roubalheira, a maquiagem das obras estão sendo relegadas ao segundo plano. Mesmo depois da posse a prefeita eleita vai ter muito trabalho e problemas, além das chuvas deixarem a cidade arrasada, acabando com asfalto, estradas vicinais, trazendo doenças, certamente ela não terá trégua, porque as água de janeiro estão por vim com a cheia do rio Paraíba dói Sul que vai atingir uma outra parte da cidade que agora foi poupada.

Ela tem se esforçado.

Justiça seja feita, a dublê de primeira dama e secretaria de Promoção Social Cristina Mociaber tem se exposto ao riduculo mas tem tentado e se esforçado em tentar minimizar o desgoverno dela e de seu marido Alexandre Mocaiber, o portal da Prefeitura da uma matéria que não diz nada, lá a dublê pede que a população e empresários apóiem os desabrigados. Solidariedade só pode dar quem esta bem e não precisa de solidariedade. A população esta sofrida e sacrificada com os desmandos e desgoverno da Secretária juntamente com seu marido. Também os empresários honestos e dignos (são a maioria) não tem como ajudar com nada e a ninguém, estão precisando de ajuda, os únicos empresários que podem ajudar, são aqueles que se juntaram ao Prefeito e saquearam os cofres da Prefeitura com uma avalanche de cartas convites, superfaturamento, desvios e outras falcatruas, tudo feito com a conivência e omissão da Secretária e seu marido Prefeito, tudo que aqui escrevo esta escrito em processos judiciais e administrativos, além da operação ¨Telhado de Vidro¨ uma das maiores provas de que o prefeito é corrupto e quadrilheiro, esta no processo do supermercado Roncetti que se encontra em berço esplendido na comarca local, lá a prova de corrupção, tem nome, endereço, assinatura com firma reconhecida e é referendada por tabelião portador de fé pública, só não se sabe o porque de que não foram todos presos.

Os bastidores da crise municipal...


Quem presenciou o telefonema dado pelo ex-governador Antonhy Garotinho ao governador Sergio Cabral, o classificou de no mínimo duro. Ao detectar que a prefeitura estava sem comando, legitimado pelos mais de cem mil votos recebidos por Rosinha Garotinho na última eleição, Garotinho (o marido) ligou para o governador Sergio Cabral e cobrou providências e disse que a partir daquele momento mesmo não sendo a prefeita de direito, Rosinha iria ser a de fato. A conversar foi dura, direta e um tanto arrogante (estilo do ex-governadro), o governador tentou ponderar, mas Garotinho disse ser presidente do partido PMDB (o mesmo de Cabral) e exigia providências imediatas e com a autoridade e conhecimento de quem esteve por oito anos no cargo, deu o caminho das pedras. Garotinho ainda pelo telefone foi incisivo com Cabral com relação ao repasse do dinheiro Federal que Lula deverá passar dentro dos próximos dias (veja a foto e leia, clique aqui). Em menos de 24 horas helicópteros voaram da capital para Campos trazendo a primeira dama Adriana Ancelmo Cabral e secretários de Estado, que foram ciceroneados pela prefeita eleita e redundaram em medidas como a de emergência. Também Cabral por telefone conversou sobre o estado da cidade com Luiz Inácio e a verba de 30 milhões pulou para 40 milhões. O episódio só se deu pelo desgoverno de Alexandre Mocaiber que se quer compareceu a reunião mesmo tendo sido convidado, abrindo espaço com isso para Rosinha Garotinho assumir de fato. Em situação ridículo ficou a primeira dama local Cristina Mocaiber que na condição de Secretaria de Promoção Social participou dos acontecimento, enquanto o covarde do seu marido estava debaixo do edredom.