segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Pede para voltar...





Fechada as contas da Câmara Municipal ainda falta muita gente que já foi aliado de cama, mesa e banho do casal Garotinho e que em tempos de vacas gordas pulou para o lado de Mocaiber/Arnaldo e que agora com a ida do PSB para o colo de Garotinho, ficam na esperança, na vontade de voltar ou pedir para voltar e ser recebido, a seguir vão alguns deles:
Paulo Albernaz saiu cedo, foi um dos primeiros, pegou a secretaria de Meio Ambiente de Mocaiber, saiu candidato a vereador e agora esta hibernando.
Fernando Leite tem laços estreitos de amizade com o casal Garotinho, mas saiu e passou para o lado de Mocaiber/Arnaldo, foi premiado com a secretaria de Governo, ficou até agora recentemente quando conseguiu se livrar saindo pela tangente, também esta hibernando, ninguém nem fala nele.
Claudeci das Ambulâncias depois de anos ao lado do casal se passou de mala e cuia para a companhia de Mocaiber/Arnaldo envolvido no escândalo numa fala gravada onde existia um valor de 100 mil reais em jogo, Claudeci quase sucumbiu e no palanque de Arnaldo, onde era recebido como rei e tinha transito livre, não poupava o casal Garotinho, agora esta calado, não tem nem o mandato do irmão para negociar.
Neinha, a radialista, amiga intima de muitos e muitos anos do casal Garotinho trocou de lado e saiu contando tudo da intimidade do casal, até o que não devia, foi uma inocente útil, fez programa de rádio na Continental, deu muita entrevista e informação no jornal Folha da Manhã, foi envolvida nas escutas telefônicas e acabou presa pela PF, saiu candidata a vereadora foi derrotada e agora só Deus sabe o que vai acontecer. E por enquanto ficamos por aqui com os mais notórios e notáveis, e vamos aguardar para vê como fica.

O saldo é positivo para os Garotinhos.


Há menos de 20 dias de assumir a prefeitura de Campos, a prefeita Rosinha Garotinho vem somando pontos: Ganhou o pleito com folgados mais de 23 mil votos de diferença. Tomou a frente da solução dos problemas na catástrofe na cidade, ocupando o vácuo deixado pelo prefeito. Já conseguiu maioria na Câmara Municipal cooptando os adversários e vai fazer por aclamação o seu cunhado Nelson Nahim presidente da Casa. Já com um quadro na Câmara tranqüilo, como se não bastasse, vem sendo costurado um fechamento com o PPS que aqui é presidido pelo ex-prefeito Sérgio Mendes que também ¨era¨ desafeto do casal Garotinho, Sérgio Mendes era o representante e ferrenho defensor de Mocaiber e seu desgoverno no palanque eleitoral de Arnaldo Vianna, Mendes passou por várias secretarias e autarquias, falava muito mal do casal publicamente. Agora esta prestes a voltar para o seu criador Garotinho que foi quem o elegeu prefeito em tempos que elegia até poste. Esta é a fase de lua de mel de todo político que se elege, ela dura mais 100 dias depois da posse, a partir daí é o enfrentamento de todos os problemas e cobranças. Mas fica a pergunta que não quer calar: Será que o casal Garotinho confia e acredita nesses apoios de conveniência? Será que o casal tem respeito por essas pessoas? E o Garotinho anda dizendo que não quer ser mais traído... vai ser difícil...

Ilsan Santos Vianna


Não se fala numa solução para o processo eleitoral que Ilsan Santos Vianna responde ninguém tem uma posição certa sobre o assunto. Se contatá-la no período da campanha já era difícil, agora ficou pior ainda. Dizem que as chances dela assumir a cadeira na Câmara são nenhuma, isso para alegria de Ederval Venâncio. Até onde se consegue apurar, as chances processuais de uma vitória eram grandes, mas parece que teve forças ocultas que conspiraram contra e que não permitiram que as coisas fluíssem a seu favor. Agora Ilsan que fez uma campanha digna de Prefeito e teve uma votação o suficiente para se eleger, vai ficar fora do poder, lhe resta voltar a presidência da APIC de onde se licenciou para sair candidata e segundo amigas bem próximas Ilsan esta montando uma loja de moda feminina no centro da cidade e parece será vizinha de um ex-integrante do desgoverno de Mocaiber que hora reside temporariamente num hotel do governo do Estado na capital.

Inacreditável 2



Como se não bastasse, a ida de Garotinho e Nelson Nahim ao Rio foi proveitosa, além de Nelson Nahim levar a presidência da Câmara por aclamação, conseguiram o apoio do PPS que sempre foi partido de apoio ao desgoverno de Mocaiber e que apoiou Arnaldo Viana nos dois últimos turnos desta última eleição municipal, o partido vai levar como parte do acordo a vice presidência da Câmara Municipal, só o partido ainda não sabe se vai dar a D. Penha que sempre foi Mocaiber e já foi Arnaldo ou a Rogério Fernandes Matoso o mais jovem eleito vereador que é filho da ex-secretária de Promoção Social do desgoverno Mocaiber, a Dra. Ana Regina Fernandes. Não da para ensinar padre nosso a vigário, Garotinho sabe muito bem com quem esta lidando, mas ele não pode se esquecer que a população esta de olho... e ele pode se contaminar...
Mas vocês estão vendo, valeu mesmo a pena ser oposição?

Inacreditável 1



O partido PSB que aqui é presidido pelo prefeito que desgoverna Campos, sr. Alexandre Mociaber e que apoiou Arnaldo Vianna nos dois turnos da campanha de prefeito neste ano de 2008 vai apoiar o governo da prefeita eleita Rosinha Garotinho e vai dar a ela maioria na Câmara Municipal e em contra partida vai levar a secretaria de Serviço Público, mas não é aquela secretaria que só limpava as ruas não, a nova secretaria agora tem mais função, cuidará dos veículos e consequentemente do combustível da Prefeitura, assim como do cemitério. Na reunião do PSB com o PMDB no Rio, não teve a presença do presidente do partido daqui de Campos, Mocaiber ele que já não representa nada há muito tempo, foi representado pelo seu vice-presidente e deputado estadual Dr. Wilson Cabral. A bancada que vai apoiar Rosinha Garotinho do PSB vai de Abdu Neme que já foi até médico pessoal de Garotinho, rompido participou do desgoverno de Mocaiber até agora. Terá também Altamir Bárbara que foi secretário de Administração do desgoverno de Mocaiber só saindo para desincompatibilizar para se candidatar, Altamir saiu de Arnaldo antes mesmo do segundo turno e foi motivo de um grave e grande desentendimento que também participou Jorge Rangel que foi secretário de Serviço Público também de Mocaiber.
Isso é política. Para esses valeu a pena ser oposição.