segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Olhos bem abertos


A quem interessa essa história de que a passagem a 1 real pode acabar?
Depois diz que os bolgs é que são fofoqueiros...

Mais um poder é jogado na vala...


Garotinho em seu programa (ou no que é convidado) aos sábados na rádio Diário, colocou em cheque a independência do Poder Judiciário. Como se não bastasse Garotinho já ter feito e mandado fazer o que fez com o Poder Legislativo, agora é com o Judiciário.
Garotinho disse que sabe que nada vai acontecer a sua mulher prefeita, que ela cumprirá o mandato até o final e disse ainda que quando soube o que aconteceu (o afastamento da prefeita) ele denunciou antecipadamente em seu blog, mas agora, ele não tem falado nada, porque nada vai acontecer.
Como se pode constatar, ele e os seus estão acima do bem e do mal...
Coisas de Garotinho... Quando será a próxima greve de fome???

Recebi por e-mail e estou repassando...

É um prazer enorme tê-los como amigos. Pessoal, vamos fazer uma corrente de denúncia sobre a falta de material p/ curativo que sistematicamente está faltando nos Postos de Saúde do Município. Falo com propriedade, pois sou uma das vítimas. No Hospital São José, por ex., onde existe uma equipe de profissionais de alto nível e de dedicação singular, têm faltado materiais básicos, cuja conseqüência é a recaída de pacientes que após meses e meses de tratamento e sofrimento vêem suas feridas reabertas, depois de quase cicatrizadas, por falta do material q vinha sendo usado, trazendo decepção e frustração a maravilhosa equipe q lá trata de lesões e feridas graves, principalmente em pacientes diabéticos. Isso tudo sem falar na falta constante de remédios contínuos na farmácia do Município, na Secretaria de Saúde. Tem mais ainda, queridos amigos é de indignar também a gente ver pessoas sem condições financeiras irem tratar de seus ferimentos no Hospital de manhã e lá ficarem, SEM ALIMENTAÇÃO, até a tarde a espera da ambulância p/ retornar as suas localidades. Uma covardia! Muitas das vezes é preciso as próprias funcionárias dividirem seus lanches c/ esse pessoal, tal a penúria deles e enorme a compaixão das meninas que lá trabalham. Se nós denunciarmos isso em larga escala na net, combatendo a propaganda enganosa e demagógica do governo municipal, estaremos prestando um grande serviço a essas pessoas tão necessitadas de um mínimo de qualidade e de respeito no tratamento de suas lesões, que tanto sofrimento lhe causam, e naturalmente agravam por não ter por exemplo medicamentos como: DYNAFLEX, BOTA UNNA, KERLIX, CARVÃO ATIVADO, PRISMA, HIFROGEL, SOLVALINE e etc. etc. etc.
--
Orlando Sá