segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Vamos ver até onde Roberto resiste.

Roberto Henriques já começa a experimentar as retaliações. E bom para Roberto aprender. Quem mandou...

Quem se mistura com porcos... farelo come...

E quando ainda estavam fora do poder blasfemavam (usando o nome de Deus em vão), dizendo que governaria com Deus no coração... Bem feito para todos vocês, quem mandou acreditar...

Agora chupa que é de uva...

Já vimos esse filme, não se espantem se na primeira oportunidade, Roberto e Garotinho voltarem a caminhar juntos, um não confia no outro, portanto eles se merecem...

PS: Roberto sabe que deve sua eleição a Nelson Nahim que na reta final o colocou debaixo do braço e saiu em campo...

Avante professora... vamos em frente...

A Frente Democrática esta comprometida moralmente.

Falta autoridade moral

Boa parte de seus membros apoiaram e participaram diretamente do desgoverno Mocaiber.

A professora Graciete Santana monta outra frente, ela esta coberta de razão.

Ela e seu partido não podem dividir espaço com pessoas como Odisséia Carvalho, Sérgio Mendes, Arnaldo Vianna e outros que junto com seus respectivos partidos, se não foram coniventes, foram omissos com relação ao desgoverno Mocaiber.

Graciete pode não ter votos para se eleger, mas ganha com isso o respeito e admiração pela determinação e coerência.

Nem tudo esta perdido.

Ainda bem...

Parabéns Graciete... parabéns professora...

Só deram a vice... se quiser...

Garotinho esta contando historinha para boi dormir.

Ele saiu candidato a deputado porque não deixaram ele ser candidato a governador. Todos sabemos disso e ele não se conforma, não gosta do legislativo, o negócio dele é o executivo, gosta de mandar, de tocar o piano.

A liderança do partido nunca foi dele, ele não declinou de nada, ¨declinaram¨ ele, isso sim.

Em Brasília a história é outra, não é como aqui na província que ele vai para a rádio que dizem ser dele e fala o que quer. Lá ele não decide, tem gente muito mais importante e influente que ele.

Claro que se ele pudesse, teria sido o líder do partido na Câmara. Só se contentou com a vice porque foi o que deram para ele.

Garotinho sabe que vice é vice.