sábado, 20 de dezembro de 2008

Enchente em Campos.


Por favor, não me cobrem fotos aqui no blog sobre a enchente atual, tem muitos outros blogs cuidando disso, mas para não dizer que não publiquei nenhuma veja esta foto acima de uma enchente em Campos, mas isso há muitos anos, vejam outras fotos (clique aqui) interessantes.

Para não dizer que não falei de flores...


A foto é de Jayme Siqueira.

Curtas mas necessárias...

Ausência pouco comentada.

A solenidade de diplomação dos eleitos teve uma ausência na mesa pouco comentada e também pouco percebida, foi a do vice-prefeito de Campos Roberto Henriques, mesmo que o prefeito estivesse presente e não estava, na condição de segunda autoridade do município pelo executivo RH deveria fazer parte da mesa.

A novela do concurso do PSF.

O concurso que já foi adiado inúmeras vezes agora foi suspenso a realização na data de 28 de dezembro. A Justiça enfim teve um bom senso, essa decisão de ter concurso ou não, tem que ficar na mão do novo governo e não no desgoverno de Alexandre Mocaiber.

Cardoso Moreira continua isolada.

Não se consegue falar com a cidade de Cardoso Moreira nem por telefone celular e nem fixo e a última informação que se tem é que o prefeito que seria diplomado no dia 18 (quando a enchente se agravou) na Comarca de Italva teve que se deslocar de trem.

Situação gravíssima.

A situação da cidade de Campos é muito mais grave do que se pode imaginar, o legado que a prefeita eleita Rosinha Garotinho vai receber é um dos mais catastróficos. Além da prefeitura depredada e depenada, toda a via pública e estradas vicinais estão e vão ficar ainda pior quando as chuvas passarem, só Deus.

Apareceu a margarida olé olé ola...

Por imposição do Ministério Público, no auge da situação que a cidade vive, o prefeito Alexandre Mocaiber apareceu decretou estado de calamidade pública e deu esfarrapadas explicações de que estava com uma virose, tudo mentira deslavada, mas também ele já não faz falta há muito tempo.

O PPS ainda não fechou apoio.

O PPS partido aqui na cidade presidido pelo ex-prefeito de Campos Sérgio Mendes ainda não fechou com o governo Rosinha Garotinho, ao que tudo indica as feridas entre Sérgio e o casal Garotinho ainda não cicatrizaram. A situação é grave, porque em política isso não é normal, quando elas não cicatrizam logo, lambe-se para que cicatrize mais rápido. Mas não podemos esquecer que Sergio Mendes foi eleito prefeito pelo Garotinho quando todos diziam que este elegia até um poste. Sérgio foi eleito e não demorou muito a criatura se virou contra o criador e, diga-se de passagem, foi uma péssima administração municipal. Também não podemos esquecer que Sérgio nessa última eleição estava no palanque de Arnaldo onde era o porta voz e representante de Mociaber e não economizava considerações pouco elogiosas e pejorativas com relação ao casal Garotinho, independente de tudo isso, Rosinha já tem maioria na Câmara Municipal para dar continuidade ao seu governo, não esta se sentido na necessidade de fechar acordo nesse momento, é hora de ainda esticar um pouco mais a corda para ver no que vai dar.

Homem forte do próximo Governo.


Agora pela manhã em entrevista na rádio O Diário Garotinho deixou claro de que o professor Suledil Bernardino indiciado para a Controladoria Geral será o responsável pela soltura de dinheiro para as secretárias e gastos de um modo geral. Acho que a escolha é irreparável, especialmente para suceder a um desgoverno corrupto como este que esta. Garotinho ainda informou que o decreto que regulará a Controladoria que se chamara ¨Controladoria e Orçamento¨ que tem 14 ladas e segundo ele é muito detalhada com relação a função do orgão. O professor é um homem respeitado, com um passado longo no serviço público e sem nenhuma mácula até os dias atuais, sem falar que é um fiel escudeiro do casal. Com isso Garotinho sepultou com uma pá de cal toda a especulação que estava em nome do segundo homem forte do governo que se instalará, obviamente além dele Garotinho claro.