segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Boatos e mais boatos, esse é o momento.

O momento é propício...

Tem uma central de boatos...
Boato é tudo aquilo que não foi confirmado.

Ontem assim que Rosinha Garotinho foi considerada eleita, circulava inclusive pelas rádios que o prefeito Alexandre Mocaiber já havia renunciado ao cargo.

Constam que 18 milhões foram retirados de forma suspeita de um do órgão da prefeitura as vésperas da campanha, mas até onde se pode apurar, o valor esta publicada no D. O. do município, portanto parece que o boato esta no destino que foi dado ao dinheiro.

Circula que o atual vice-prefeito Roberto Henriques será o chefe da comissão de transição do governo Rosinha, este boato é bem viável, porque ele conhece o cainho das pedras...

Ontem a noite depois da apuração, numa discussão acalorada, uma ex-cunhada colocou na conta da ex-cunhada que a responsável pelo insucesso do irmão teria sido a presença dela na campanha, a ex(agora aqui esposa) deixou o local em prantos, é o que consta.

Este é um boato justo e possível, o de que Nelson Nahim estaria cotado para ser o presidente da Câmara Municipal, mas os boateiros dizem que é um prêmio de consolação por não ter conseguido sua indicação para a prefeitura.

Ainda segundo os boateiros de plantão, Rosinha, eleita ontem, já teria sete vereadores para compor sua base, só faltando dois.

Dizem que o soco que um vereador eleito levou no parque São José em Guarus foi em função de ele estar fazendo campanha para a candidata que oficialmente ele não apoiava, a coisa ficou feia, mas o soco foi dado.

Um dos maiores empreiteiros do governo Mocaiber, foi um dos maiores financiadores da campanha de Rosinha, dizem que é porque ele também trabalhou muito quando o casal Garotinho estava no governo do Estado.

Nenhum comentário: