terça-feira, 4 de novembro de 2008

A máquina administrativa é grande.

O município tem 47 órgãos de primeiro escalão (clique aqui) entre secretarias, autarquias, fundações, isso sem contar os sub-secretários e as famigeradas gerências e as sub-gerências que até hoje não disseram a que vieram depois da saída de Ilsan Vianna da Secretaria de Planejamento. Se Rosinha Garotinho quiser fazer um bom governo e cumprir o que prometeu em campanha, será necessário que providencie o mais urgente possível uma reforma administrativa. Só como exemplo: Não há necessidade de um Secretario de Esporte, um sub-secretário de Esporte, um gerênte de Esporte, um sub-gerênte de Esporte e uma Fundação do Esporte. É muito cacique para pouco índio.

Nenhum comentário: