terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O Judiciário é uma caixa preta.

O Conselho Nacional de Justiça abriu processo disciplina contra o desembargador presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo e outros desembargadores, mas o fato só se deu depois da polícia Federal ter recorrido a Justiça Federal para procedimento da prisão dos citados. O fato não e novo, todos que militam na Justiça sabem que a corrupção no Judiciário não é nada diferente da dos demais poderes da República, somente não se tem como provar porque dentre os 3 Poderes, o Judiciário é o único que exige nível superior aos componentes de seu primeiro escalão e são admitidos por concurso e regras políticas. Com tudo isso, o judiciário (leia-se Juízes, Desembargadores e Ministros) se sentem superiores e sempre se acharam acima do bem e do mal e se quer obedecem as determinações legais. É hora de ser feita uma varredura em todos os Tribunais do país de alto a baixo. A mídia não tem muito tempo denunciou o escândalo dos Cartórios onde a mulher de um desembargador presidente do TJRJ era a proprietária e até a presente data não se tem uma resposta. Devemos reconhecer que já foi muito pior, nunca se imaginou que seria possível prisão e muito menos processo de Ministros, Desembargadores e Juízes, também nunca se imaginou a criação do Conselho Nacional para controlar o Judicicário, mas ainda estamos muito longe do ideal.

Nenhum comentário: