terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Justiça sempre, impunidade nunca.

Não sou adepto de se ficar chorando pelo leite derramado, muito menos ficar lamentando o que passou, também não concordo em se ficar olhando pelo retrovisor, a fila anda e anda muito rápido, portanto temos que olhar é para frente. O ano acabou e com ele acabou-se uma série de coisas e pessoas. Mas não é porque penso assim que concordo com a impunidade, não é isso, não é bem por ai. A Justiça esta ai e ela foi feita para julgar os atos, os fatos e as pessoas, caso contrário ela não faz sentido. O judiciário campista deve uma satisfação à sociedade local. Muitas coisas estão paralisadas e não pode continuar. O escândalo da venda do supermercado Roncetti é uma delas, somente uma dentre muitas. O judiciário local tem que dar uma resposta a este processo, ele não poderá continuar sendo protelado e procrastinado ¨ad infinitum¨ sob pena de todos caírem no descrédito. Que fiquem atendo os magistrados responsáveis pela presidência do feito.

Nenhum comentário: