terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Ainda as acusações do senador Jarbas...

O que o senador Jarbas Vasconcelos disse do ex-presidente e senador presidente do Senado José Sarney, o deixa no mínimo em uma situação de suspeição. Em qualquer cidadela organizada, seria motivo para o ex-presidente processar o colega. Sarney se quer cogitou colocar o cargo a disposição e muito menos se colocou a disposição para discutir o assunto, de pronto disse que não iria considerar as declarações do colega. Sarney não é respeitado como homem público e muito menos como político, chegou a presidência da república pelo acaso (com a morte de Tancredo Neves), foi um vacilo ou melhor um cochilo do dr. Wlisses Guimarães, na realidade ele não podia ser o presidente, Sarney era vice eleito de Tancredo, mas ambos não tinham sido empossado, portanto quem deveria assumir seria o presidente do Congresso, o primeiro na linha sucessória e uma nova eleição deveria ter sido feita. Com a comoção da morta de Tancredo e sendo o primeiro presidente civil depois do regime militar mesmo eleito indiretamente, na calda da noite foi acertado (sabe-se lá o que?) que Sarney assumiria e foi o que aconteceu. Sem capacidade, sem competência, sem estar preparado, presidiu a República do Brasil.

Nenhum comentário: