quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Com a palavra o Partido dos Trabalhadores.


Amanhã é uma sexta-feira 13, mas é o dia em que o PT daqui de Campos vai se reunir para uma avaliação e tentar explicar o inexplicável a seus pares que foram contra a participação da sigla no desgoverno de Alexandre Mocaiber. Com toda essa sucessão de equívocos os dirigentes dominantes que levaram o partido ao constrangimento, não estão com moral para impor suas vontades. Esse é o momento de lamber as feridas, reconhecer os erros, punir os culpados (isso é muito importante), juntar os cacos e os que erraram ouvir, ouvir um pouco mais, escutar nunca fez mal a ninguém, vamos aguardar o desenrolar dos fatos. Não é porque não somos filiados ao partido, que não temos o direito de estar interessado! Não somos membros do partido, mas foi via partido que partidários usaram errada e inescrupulosamente o dinheiro que é de todos nos. Não podemos esquecer que o PT daqui é o mesmo de Palocci, Zé Diceu, Genuino e mutos e e muitos outros colegas de Luiz Inácio, mas nenhum deles é dono do partido. Portanto estamos sim aguardando uma explicação.

Nenhum comentário: