segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

IMNE

O Grupo IMNE voltou a ser comandado pelo médico fundador Herberty Sidney Neves. Bom para a cidade!?!? Muito bom para a cidade que é tão deficiente em atendimento médico. Mas o retorno não significa o fim de uma triste e melancólica batalha judicial familiar onde colocações duras e tristes foram feitas, onde todos foram expostos publicamente. Uma coisa ficou claro nessa queda de braço, todos saíram perdendo, alguns certamente foram os que pediram segredo de Justiça, perderam um pouco mais, segredo esse que já vazou, senão todo, pelo menos uma parte. Agora, não importa o que passou, quem errou e muito menos o porque! O momento é de lamber as feridas. Mas as marcas das cicatrizes vão ficar. Se já é difícil se reabilitar uma participação societária comum (com estranhos), imaginem uma sociedade familiar. O que se espera é que outras futuras divergências não sejam trazidas a público, poupando com isso pessoas. Boa sorte.

Nenhum comentário: