sábado, 19 de setembro de 2009

E a fila anda...

A deputada estadual Cidinha Campos desafeta da família Garotinho continua produzindo estagos na presidência da Comissão Parlamentar de Inquerito CPI da ALERJ Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, agora a bola da vez é o prsidente do Conselho do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, acusado pela prefeita de São Gonçalo de ter que pagar 500 mil reais sobre pena de ter suas contas reprovadas. Em se tratando de política tudo é possível, ¨até boi voar¨. Mas que a acusação é grave, é muito grave. O presidente do Tribunal ameaça processar a prefeita, é muito pouco. O estrago da declaração é muito grande. As instituições estão poderes, estão literalmente carindo de poder.

Nenhum comentário: