quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Acabou

//Enfim, o gigante tombou, sucumbiu...//

//Se rendeu...//

//São 175 anos de existência...//

//O jornal Monitor Campista imprime sua última edição no domingo 15 de novembro de 2009.//

//Dia da proclamação da República.//

//Quanta ironia.//

//É triste constatar que não existe imprensa livre e muito menos independente.//

//O Monitor sobreviveu enquanto era subsidiado por ser o Diário Oficial do Município.//

//A sociedade civil organizada não tem dado muita importância para a agonia do terceiro jornal mais antigo do Brasil.//

//Nenhum outro veículo de comunicação manifestou solidariedade.//

//A concorrência pouco ou quase nada se manifestou.//

//Definitivamente não há independência e muito menos imprensa livre.//

//E quando tenta! Morre.//

//Só para lembrar no escândalo do Arruda, um dono de jornal lá de Brasília, colocou uma grana dentro da cueca.//

//Definitivamente não tem jeito.//

Nenhum comentário: