quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Podê pode, mas não deve...

A confusão na qual se meteu Paulo Feijó e David Loureiro com relação a nomeação para o cargo de fiscal sanitário (publicado no blog do Rocardo Andre), Ricardo mesmo publicou a explicação. Dizem que foi para não perderem a disponibilidade com relação a prefeitura, uma vez que o primeiro é funcionário público Federal e o segundo Estadual. Pode até ser legal, mas é imoral... Portanto, pdê pode, mas não deve. O governo Rosinha foi eleito com a promessa de mudança... Isso não pode ser esquecido, Ela na campanha prometia fazer a diferença, ainda estamos esperando.

Um comentário:

Anônimo disse...

A diferença é obvia, só licita obras e seviços com valores e-
xorbitantes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!