domingo, 2 de maio de 2010

O vereador pediu para sair...

//O vereador Magal então líder do governo, visivelmente constrangido, com semblante contraído, apresentou documento ao presidente da Câmara dos Vereadores em plena sessão.//

//No microfone pediu que o presidente Nelson Nahim lesse e passasse recibo.//

//Era nada mais nada menos que o pedido de substituição ao cargo de líder do governo na casa.//

//Magal como no filme PEDIU PARA SAIR.//

//Magal já vinha sendo encurralado e humilhado há muito tempo.//

//A oposição fazia cobranças simples, meros pedidos de informação, mas ele nem isso conseguia.//

//Os que se acham poderosos no executivo, ignoravam Magal.//

//O tratavam com desprezo, como um ser menor.//

//A carta de pedido de substituição alega ¨motivos pessoais¨, mas é mentira, mera formalidade.//

//Muitos são os boatos, não há uma versões verdadeiras.//

//O próprio vereador em entrevista disse que foi ofendido e ameaçado numa reunião governista.//

//Pode ser. É assim que a coisa funciona.//

//Vide a professora Maria Auxiliadora de Freitas que por várias vezes foi humilhada publicamente, forçada a sai, depois se curvou e pediu para voltar.//

//Há que se ter respeito a liturgia do cargo, mesmo que não se tenha ao homem e ao ser humano.//

//Magal é um vereador eleito pelo voto popular, seu mandato é legítimo.//

//Mas Magal criou coragem e criou também um problema para ele próprio.//

//Neste governo não se pede para sair.//

//Uns poucos é quem escolhem a hora de ir embora.//

//Agora é dar tempo ao tempo.//

//O vereador Magal tem poucas alternativas, ou pede pinico ou entrará em breve para o rol dos ex-amigos.//

Nenhum comentário: