quinta-feira, 1 de julho de 2010

Começar de novo...

A decisão de Garotinho é a novidade do dia.

Não tão novidade assim.

O assunto já vinha sendo ventilado desde o início.

Confesso que não acreditava que ele Garotinho tivesse crescido.

Deu prova de que já pode ser considerado um rapazinho.

A decisão de Garotinho vir a deputado federal em dobradinha com a sua filha para estadual é um tranco.

Essa mudança prejudica muita gente.

Candidato como Pudim não conta.

Ele faz o que o mestre manda.

Mas Roberto Henriques é o grande derrotado.

Sem Garotinho para carregá-lo no colo, Roberto não chega se quer na esquina.

Roberto se não jogou a toalha é hora de jogar.

Se insistir vai ser fragorosamente derrotado.

Já Nelson Nahim é outra história.

Nahim já não contava com tanto apoio assim.

E certo que a entrada de sua sobrinha no páreo, ele passa a ter problemas.

Mas Nahim, não é, nunca foi e nunca será o candidato de Garotinho e muito menos de Rosinha.

Tudo uma questão familiar.

David Loureiro e Paulo Feijó, são outros que se tiverem juízo vão fazer uma avaliação lúcida de suas candidatura.

Mesmo Garotinho sendo o grande puxador de votos para a legenda do PR, a fila é grande e tem muito mais gente na frente.

Na situação de Feijó, o seu mais aliado é o trabalho e a sorte.

Agora é esperar para ver.

Nenhum comentário: