domingo, 24 de outubro de 2010

Foi deixado de lado...

Garotinho não foi aceito nem do lado de Dilma e muito menos do lado de Serra. Não deviam ter feito isso. Garotinho é uma liderança, fez na última eleição proporional quase 700 mil votos (ele mandou alardear que faria mais de um milhão de votos). Garotinho elegeu sua filha como a 5.ª mais votada para ALERJ (ele mandou anunciar que a filha seria a deputada estadual mais votada da Assembleia). Garotinho elegeu vários deputados federais com sua votação, mas em Campos só conseguiu eleger Paulo Feijó, na estica, no final, não esquecendo que Feijó já falou horrores do casal Garotinho. Para ALERJ Garotinho também elegeu Roberto Henriques, seu ex primeiramente amigo e depois inimigo, e não podemos esquecer que Roberto nos últimos anos falou coisas horríveis do casal. Mas o mérito da eleição de Henriques foi de Nelson Nahim. Foi Nahim quem partiu para eleger Roberto Henriques, isso dizem que depois de um desentendimento entre Roberto e Garotinho. Apesar de tudo, Garotinho tem seus votos. Por isso acho que Dilma ou Serra deveria ter dado uma atenção melhor ao Deputado Federal eleito, Garotinho. Mas eles sabem o que fazem... Se não quiseram Garotinho em seus palanques é porque não era o melhor para nenhum deles.

Nenhum comentário: