sábado, 29 de janeiro de 2011

Eduardo = Garotinho = Roberto


Para alegria da imprensa em geral e dos blogs em particular, enfim material que é nitroglicerina pura.

Garotinho que queiram ou não é sempre notícia, frustrou a todos. Não compareceu ao programa deste sábado da rádio O Diário que ele tanto gosta. Apesar de previa e amplamente divulgada a participação de Garotinho para falar da ingratidão de Roberto e sobre o escândalo e acusações de Eduardo Cunha, Garotinho não compareceu. Nem via telefone.

Foi alegado que estava dando entrevista para imprensa nacional, numa nítida discriminação de que a imprensa local é menor.


O certo é que os motivos devem ter sido outro.


Garotinho recuou, desistiu, amarelou, seus ¨ aspones ¨ nada declararam e os apresentadores se apressaram em terminar o programa minimizando as declarações de Roberto e Garotinho, alegando que somente eles poderiam falar sobre o assunto e que certamente vão se acertar.


Temos que lembrar que Garotinho em seu blog disse que Roberto seria um ingrato caso não apoiasse a primeira filha e Roberto respondeu pela Folha da Manhã dizendo que não votaria na primeira filha e explicou detalhadamente os motivos.



Agora é esperar para ver quantos milhões de motivos vão dizer que Roberto Henriques levou para engolir ter sido chamado de ingrato, depois de ter sido traído quando o puseram para concorrer com Pudim e a primeira filha.



Neste momento Garotinho arrumou duas frentes de embate: Roberto Henriques e Eduardo Cunha.



Haja rivotril... haja banho de chuveiro com roupa e sapato...

Nenhum comentário: