sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Esta postagem é do blog de Fernando Leite

Não costumo copiar e colar mensagem de outro blogueiro, mas essa postagem é tão histórica e importante que abri esse precedente, desde já desculpas e obrigado Fernando.

O PASSADO MANDA LEMBRANÇAS


Adhemar, em foto de 1936, à espera do substituto
O político Adhemar de Barros foi prefeito da cidade de São Paulo, na década de 50, do século XX, interventor federal e governador eleito do estado de São Paulo duas vezes, além de candidato a presidente da República, tendo chegado ao terceiro lugar nas duas tentativas que fez .

Empresario, aviador e médico Adhemar era, sobretudo, um controvertido tocador de obras e administrador de fama duvidosa. Sobre ele, além de seus feitos, ficou a pecha do político “que rouba, mas faz”. Adhemar encerrou sua carreira no final da década de 1960 e deixou seu legado de malandro ao seu conterrâneo paulista, Paulo Salim Maluf, de carreira mais longeva.

Contudo, Maluf já passou dos 80 e o tempo é inexorável. Sua vaga na galeria dos “espertalhões da politicalha” "dos administradores que roubam, mas fazem" aguarda substituto à altura. Tem candidato ai com credenciais insuperáveis, aliás credenciais não é o termo, melhor é folha corrida.

Clique abaixo e chegará ao início do blog de Fernando Leite:
http://blogfernandoleite.blogspot.com/

Nenhum comentário: